segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Quadras

Óh João casaste com uma velha
para te matares a rir,
mas põe a cama bem alta,
para a velha não subir.

No dia de S. João,
passei por a tua rua,
olhei para a janela,
e vi-te toda nua.

Subi por uma colina,
desci por um diamante,
vi a Andreia agarrada,
a um belo estudante.

Se tu gostas de um “tropa”,
um “tropa” te ama,
mas um mais giro,
é fazer “troc, troc” na cama.


Vera Lúcia Lopes, “Verdadeiramente” Eu e os Meus Amigos

1 comentário:

ISA disse...

E a velha não sobe. E o poema está engraçado. Parabéns!
Joooooookinhas
Isa