segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Almada

Cidade bela, é Almada,
Almada linda cidade,
que merece ser amada
assim como a Liberdade.

Do seu nome é orgulhosa,
terra nobre e afamada
mesmo que seja caprichosa,
cidade bela, é Almada.

Está sempre enamorada
e cheia de felicidade
como uma mulher prendada,
Almada linda cidade.

Bom povo que ela tem,
gente rija e ousada
da antiguidade provem
que merece ser amada.

Gente bondosa e altruísta,
tão cheia de dignidade,
honrada e benquista
assim como a Liberdade.



Tino Fausto, Versos Que Alguns Escreveram

1 comentário:

ISA disse...

Liberdade sempre rimou com cidade. Mas nem sempre a cidade teve Liberdade.
Gostei do poema.
Parabens!
Isabel Moreira